segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Ilusão

Noite passada sonhei com você. Acordei desanimada, pois sei que sonhos impossíveis não podem nunca ser o motor de uma vida. Sei que seus lábios nunca beijarão os meus e que seu abraço nunca embalará meu sono. Mas sei também que, esta noite, quando me deitar, desejarei de novo sonhar. Não só com o toque sutilmente excitante, mas com a acolhedora presença, com a compania durante acontecimantos banais, com o apoio...
Dentro de ilusões alcançamos o que nunca alcançaríamos na realidade, mesmo que por pouco tempo. Por isso meus dias são expectativas da chegada da noite na qual enfim sou sua, como nunca seria senão em sonho.

2 comentários:

Fernando Vidotto disse...

ontem eu sonhei que ainda estava no trabalho. ainda bem que eu acordei.

Larissa disse...

Cah,
parabéns pelo blog, ta muito lindo.
Amei os textos mais que perfeitos!!!!!!!
te amooo
brigada por tudo
bjoooos